Empresa  História

Mineração Curimbaba

No ano de 1940, Benedito Moreira Curimbaba criou uma empresa mineradora no município de Poços de Caldas, localizado no sul do Estado de Minas Gerais. Através de uma visão pioneira, Benedito Curimbaba investiu em alguns depósitos de bauxita e desenvolveu a utilização das rochas potássicas como adubo.  Em 1950 criou a empresa Benedito Moreira Curimbaba.

Em 1961, Benedito associa-se com seu filho Sebastião Curimbaba, e fundam a primeira empresa do Grupo, a Mineração Curimbaba, sucessora da Benedito Moreira Curimbaba. Sebastião Curimbaba, empreendedor nato, respondeu pelo desenvolvimento da Mineração, uma das onze empresas do Grupo Curimbaba, holding de controle familiar formada pela Oxicur Participações S/A e Alopar Participações e Comercio S/A. Atualmente o Grupo Curimbaba é composto pelas seguintes empresas, Mineração Curimbaba Ltda., Elfusa Geral de Electrofusão Ltda., Olga S.A Indústria e Comércio, Empresa de Transportes Alcace Ltda; Tarumã Agropecuária e Florestal Ltda e Yoorin Fertilizantes, no Brasil; Sintex Minerals & Services, Inc, Sintex Minerals International, U.S Minerals; Electro Abrasives, nos Estados Unidos; e Sublime, na África do Sul.

Durante a década de 50, as atividades da Benedito Moreira Curimbaba ocorriam na unidade Ponte Preta em Poços de Caldas. Contudo, através do pioneirismo da família Curimbaba, e com a fundação da Mineração Curimbaba, as unidades Ponte Preta e Campo do Meio foram adquiridas, respectivamente, em 1962 e 1973. Atualmente, a produção da Mineração Curimbaba é feita através das duas unidades na cidade de Poços de Caldas.

Na década de 80, as exportações da Mineração tornaram-se significativas, proporcionando sua consolidação em nível nacional e internacional, com seus produtos à base de bauxita.

A Mineração Curimbaba, sempre atenta às questões ambientais e sociais, fundou em 1988, a Tarumã, empresa responsável pelo reflorestamento e recuperação de áreas degradas. Em 2007, criou a Fundação Curimbaba, organização de cunho cultural e social.

Atualmente a Mineração Curimbaba e suas associadas no Brasil empregam mais de 2.000 funcionários, gerando pelo menos 5.000 empregos indiretos no país.

Com uma capacidade produtiva de 375 mil toneladas ao ano de bauxitas sinterizadas, bauxitas ativadas, argilas refratárias sinterizadas, propantes, atende inúmeros segmentos industriais e comerciais, destacando-se a indústria de óleo e gás, a petroquímica, jateamento de superfícies, fluxo cerâmico para solda elétrica, refratários, abrasivos, tratamento de óleos minerais e biodiesel, microfusão e fundição.

A maior parte desse volume é exportada para os Estados Unidos, Europa e América do Sul.

 

 

© 2014 Mineração Curimbaba - Todos os direitos reservados - Wonka Inc.